Notícias
14/11/2017
14/11 - Dia Mundial do Diabetes
Diabetes descontrolada pode afetar as funções renais.

Dia 14 de novembro é comemorado o Dia Mundial da Diabetes. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes, somente no Brasil existem mais de 16 milhões de pessoas portadoras de diabetes e metade das pessoas não sabe que tem o problema. O número de portadores da doença vem crescendo mundialmente e estima-se que até 2030 este índice deva aumentar para mais de 550 milhões.

O que muitos ainda não sabem é que a diabetes elevada compromete outros órgãos do corpo humano, como os rins. Em torno de 30% dos pacientes que fazem hemodiálise no Brasil, tiveram sua insuficiência crônica dos rins causada pelo diabetes. Nos Estados Unidos este índice atinge 60%.

A Fundação Pró-Rim, referência nacional em tratamento e transplantes de rins, alerta que a nefropatia diabética é uma das complicações que mais acomete os diabéticos. “Ela leva à perda de proteínas na urina e tende a piorar com o passar do tempo, levando o paciente a insuficiência renal crônica. Muitos dos que ingressam no tratamento de hemodiálise são diabéticos”, explica o nefrologista e presidente da Instituição, Dr. Marcos Vieira. 

Para reduzir o risco de desenvolver este problema mais sério, o médico orienta que diabético deva manter um bom controle do açúcar no sangue. “É imprescindível que o paciente, pelo menos uma vez por ano, realize um teste de albumina (um tipo de proteína) na urina, cuide da pressão arterial e o faça o uso correto de medicamentos conforme orientação médica”.

O médico ainda alerta que estes pacientes devem evitar o consumo de álcool, cigarros, praticar exercícios físicos frequentemente, controlar o peso e ainda seguir uma dieta rigorosa. 

Identificando o problema

A diabetes está ligada com a presença de açúcar no organismo e com a obesidade. Existem dois tipos de diabetes: 1 e 2. A tipo 1 é uma doença autoimune. Aparece geralmente na infância e adolescência, mas pode ser diagnosticada em adultos também. 


Já a tipo 2 é quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz, ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de açúcar no sangue. 

Esse tipo é principalmente causado pela obesidade. A diabetes se manifesta mais em adultos, mas crianças também pode apresentar a doença. Dependendo da gravidade, pode ser controlada com atividade física e planejamento alimentar. Em alguns casos, é necessário o uso de insulina e outros medicamentos. 






Contribua!
Diga SIM à vida
Saiba como ajudar a Fundação Pró-Rim a garantir um tratamento digno e eficiente aos pacientes renais.
Diga Sim! Faça sua contribuição
Pró Rim em números
Os números comprovam a excelência de nossos serviços e a busca constante pela qualidade.

  • Atendimentos no Ambulatório de Transplantes: 5.330 (4.754 consultas pós-transplante; 546 consultas pré-transplante, orientações pós-transplante equipe multidisciplinar 2.220)
  • 31 residentes formados desde 1995

  • Pacientes em CAPD (Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua): 80 em 2016 (64 em Santa Catarina e 16 em Tocantins).
  • Mais de 1 milhão de pessoas já disseram SIM à Pró-Rim

 

Receba Novidades

Cadastro realizado!

Central de Atendimento

 
Unidade Joinville
Rua Xavier Arp, nº 15 Boa Vista
+55 (47) 3431-3800

Redes Sociais


Copyright 2014 - Fundação Pró Rim Mapa do site
 asdas